CHAPECÓ RECEBE SEMINÁRIO REGIONAL “PELO FIM DA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA CONTRA A MULHER”

Evento contará com a presença da ex-ministra-Chefe da Secretaria de Políticas para Mulheres, Eleonora Menicucci

CHAPECÓ RECEBE SEMINÁRIO REGIONAL “PELO FIM DA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA CONTRA A MULHER”

 

Depois de passar por 10 municípios catarinenses, o Seminário Regional “Pelo fim da violência doméstica contra a mulher” chega a Chapecó, na próxima sexta-feira (17), a partir das 8h, no auditório da Unoesc Chapecó. O evento é promovido pela Bancada Feminina da Assembleia Legislativa, coordenada pela deputada estadual Luciane Carminatti, e pela Escola do Legislativo, para debater as políticas públicas de enfrentamento à violência doméstica.

 
O seminário é gratuito, aberto à comunidade e tem certificação com carga horária de oito horas. Ao longo do dia, serão discutidas as leis, direitos e políticas de responsabilidade do poder público e também compromissos regionais para o enfrentamento da violência doméstica, assim como foram construídos nas regiões por onde o Seminário já percorreu.

 
Entre os destaques da programação, está a palestra da ministra-chefe da Secretaria de Políticas para Mulheres do governo Dilma Rousseff, professora doutora Eleonora Menicucci, responsável pela criação e implantação de importantes políticas em defesa das mulheres.

 
“Santa Catarina figura nacionalmente como um dos estados mais violentos para as mulheres. O oeste desponta entre as regiões que mais registram casos, e em Chapecó somente neste ano ocorreram sete feminicídios, que são aqueles crimes em que a mulher é morta pelo fato de ser mulher e, na maioria das vezes, pelo próprio companheiro e dentro de casa. Precisamos nos mover para mudar essa realidade”, afirma a deputada Luciane.

 
Segundo a parlamentar, o tema é urgente, e os seminários estão apontando encaminhamentos regionais e coletivos que podem, assumidos por todos e com a devida cobrança ao governo do Estado e autoridades competentes, colaborar muito no enfrentamento e na diminuição dos índices de violência contra as mulheres.

 
Em Chapecó, o evento conta também com parcerias locais: Movimento de Mulheres Camponesas (MMC), OAB/Chapecó, Udesc, Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Prefeitura de Chapecó, Siticom, Sinte/SC, Fetraf-SC, Sintespm, Sintracarnes, Unoesc, Sintessch, Fórum da Mulher Parlamentar/UVESC, Igreja Luterana, MST, Sindicom, mandatos do deputado federal Pedro Uczai e da vereadora de Chapecó Marcilei Vignatti, CRDHIR-UFFS e Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Chapecó.

 

Saiba mais sobre o seminário:

 

 

 

PAUTA:
Seminário Regional “Pelo fim da violência doméstica contra a mulher”
Data: 17/11/2017, às 8h
Local: AUDITÓRIO UNOESC – (Av. Nereu Ramos, 3777D – Seminário, Chapecó – SC, 89813-000)

Programação:
“Projeto Nem tão doce lar”: Uma exposição que proporciona aos participantes a observação dos diversos espaços onde acontece violência dentro de casa. Organização da Igreja Luterana.

08h: Mística com o Grupo Manivas e mesa de abertura

09h: Palestra “OS AVANÇOS CONQUISTADOS NAS POLÍTICAS PÚBLICAS PARA AS MULHERES E A LUTA CONTRA OS RETROCESSOS ATUAIS”, professora doutora Eleonora Menicucci, em ministra-chefe da Secretaria de Políticas para as Mulheres

10h30: Palestra “AÇÕES POLÍTICAS PARA O ENFRENTAMENTO DA VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES”, com a deputada estadual Luciane Carminatti, coordenadora da Bancada Feminina da Alesc, e Carol Listone, presidenta Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Chapecó

13h15: Mística com o Grupo FEN´NO
13h30: Mesa-redonda “PANORAMA HISTÓRICO DA VIOLÊNCIA E A SOCIEDADE PATRIARCAL”, “LEGISLAÇÃO E DIREITOS DA MULHER” e “VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER E SAÚDE PÚBLICA”, com Sirlei Kroth Gaspareto, doutora em Desenvolvimento Regional pela UNISC e representante do Movimento de Mulheres Camponesas de SC; Flávia Durgante, jornalista da UFFS e mestranda em Geografia; e Caroline Schweitzer de Oliveira, enfermeira, mestre em Saúde Coletiva pela UFSC, foi coordenadora da Rede de Atenção à Violência Sexual de Florianópolis, coordenadora municipal da Saúde da Mulher e assessora técnica da Coordenação Geral de Saúde das Mulheres do Ministério da Saúde.

14h45: Grupos de trabalho para encaminhamentos regionais nas seguintes temáticas: “VIOLÊNCIA E SAÚDE”, com mediação Denise Antunes de Azambuja Zocche, doutora em Enfermagem na área de Saúde da Mulher pela UFRGS; “VIOLÊNCIA E EDUCAÇÃO”, com mediação de Andreia Signori, licenciada em História pela UNIJUÍ e mestranda em História pela UFFS; “VIOLÊNCIA NAS RELAÇÕES DE TRABALHO”, com mediação de Simone Valêncio Cavalett, advogada com atuação nas áreas do Direito do Trabalho, Direito Previdenciária e Direito da Família; “VIOLÊNCIA E A REDE DE PROTEÇÃO SÓCIO-ASSISTENCIAL”, com mediação de Alda Detofol, pedadoga.

16h: Mística com Lanceiros e Lanceiras Negras e socialização dos trabalhos de grupos
17h15: Carta compromisso da região para o ENFRENTAMENTO DA VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

 

 

Deixe uma resposta

LUCIANE CARMINATTI

Formada em Pedagogia e especialista em Orientação Educacional e na área de Educação Especial. Vereadora por dois mandatos e ex-secretária da Educação de Chapecó.

        

CONTEÚDOS

FACEBOOK

CONTATO