FECHAMENTO DE ESCOLAS E ALIMENTAÇÃO ESCOLAR:

DEPUTADA LUCIANE PRESSIONA SED PARA CUMPRIR ACORDOS

FECHAMENTO DE ESCOLAS E ALIMENTAÇÃO ESCOLAR: DEPUTADA LUCIANE PRESSIONA SED PARA CUMPRIR ACORDOS

 

A deputada estadual Luciane Carminatti, presidente da Comissão de Educação, Cultura e Desporto da Assembleia Legislativa, esteve reunida na última quarta-feira (13) com o secretário de Estado da Educação, Eduardo Deschamps, para tratar de diversas questões. Entre elas, o fechamento de escolas e a regulamentação das cantinas nas unidades escolares, diante do descumprimento de acordo do governo nestas situações.

 

 

De acordo com a parlamentar, a legislação que gere a venda de alimentos no pátio das escolas está ultrapassada e precisa ser alterada. “Há um grupo de trabalho na Secretaria de Educação, mas houve pouco avanço nesse debate. Precisamos tratar deste tema com urgência, pensando na qualidade de alimentação que proporcionamos aos nossos estudantes”, afirma.

 

 

Luciane defende a oferta de alimentos saudáveis, inclusive com orientação de nutricionistas. “A escola também pode ajudar no processo de reeducação alimentar das crianças”, complementa.

 

 

Contra o fechamento da escola Felipe Schmidt, de São Francisco do Sul

 

Acompanhada de pais, alunos e professores da Escola Educação Básica Felipe Schmidt de São Francisco do Sul, a deputada Luciane exigiu que o Estado cumpra o acordo com a comunidade escolar sobre não fechar a unidade, nem parcialmente.

 

A escola centenária está em reforma desde 2015, mas para o próximo ano a preocupação dos pais é que o governo transfira estudantes a outro espaço e não permita que retornem à Felipe Schmidt. “A comunidade escolar exige que as aulas para todas as turmas sejam mantidas nesta unidade, conforme acordado em audiência pública na Assembleia Legislativa”, esclarece Luciane.

 

 

Casa Familiar Rural

 

A presidente da Comissão de Educação ponderou ainda sobre o governo não ter investido nos projetos de Casa Familiar Rural, espaço que recebe filhos de agricultores, proporcionando formação e qualificação para melhorar a renda e qualidade de vida dessas famílias. “O secretário reconheceu que não cumpriu compromisso em regulamentar e investir nesses projetos. Esperamos que no próximo ano a situação seja diferente”, conclui Luciane.

 

Deixe uma resposta

LUCIANE CARMINATTI

Formada em Pedagogia e especialista em Orientação Educacional e na área de Educação Especial. Vereadora por dois mandatos e ex-secretária da Educação de Chapecó.

        

CONTEÚDOS

FACEBOOK

CONTATO