LUCIANE COMEMORA REVOGAÇÃO DE NORMATIVA DA SED PARA DISTRIBUIÇÃO DAS AULAS

"Conquista da educação catarinense", definiu a presidente da Comissão de Educação

LUCIANE COMEMORA REVOGAÇÃO DE NORMATIVA DA SED PARA DISTRIBUIÇÃO DAS AULAS:“CONQUISTA DA EDUCAÇÃO CATARINENSE”

 

Nas últimas semanas, uma ação da Secretaria de Educação promoveu angústia entre os professores e caos na rede estadual de ensino: a normativa de orientação para a distribuição das aulas para 2018, que atingia especialmente os profissionais efetivos e o seu vínculo com a comunidade escolar. Após receber denúncias e relatos de várias regiões, a presidente da Comissão de Educação, Cultura e Desporto da Alesc, deputada Luciane Carminatti (PT), atuou intensamente para revisão e, posteriormente, para o cancelamento da normativa emitida pela SED, ação que se concretizou na tarde desta terça-feira (10).

 

 

“Visibilidade dos relatos dos professores nas redes sociais, denúncia na tribuna, pressão sobre a SED, contato direto com o governador Colombo, moção oficial solicitando o cancelamento imediato da normativa. Fizemos muitas ações para reverter essa medida, e, felizmente, o nosso empenho, aliado a uma intensa mobilização da comunidade escolar, resultou nesta ótima notícia para o magistério catarinense: a revogação imediata da normativa”, celebra a deputada, que mais cedo participou de ato que reuniu professores e lideranças sindicais da educação de diferentes regiões do estado, em Florianópolis.

 

 

Acompanhada de outros parlamentares, na Assembleia Legislativa, Luciane se reuniu com Secretário de Estado de Educação, Eduardo Deschamps, para tratar do tema e também de outras pautas pertinentes para a educação catarinense. “Além da revogação imediata da normativa, conseguimos que a orientação para a distribuição das aulas contemple também o concurso e a habilitação dos professores. Ainda na reunião, tivemos outras duas conquistas importantes: o abono das faltas dos professores que participaram do ato desta terça-feira em Florianópolis e também, atendendo a uma reivindicação antiga, abriu o diálogo para a aprovação do PLC 24/2017, inclusive da emenda que trata do abono das faltas da greve de 2015 (movimento que atuou em defesa da carreira do magistério e contra o congelamento de salários)”, destaca a deputada.

 

 

Para Luciane, a mobilização dos professores e o recuo da Secretaria de Educação abrem caminho para dias melhores para a área em SC. “Há uma esperança. Com a atual gestão do governo, sem pressão, não há avanços – situação que ficou evidente após a reunião de hoje. Agora, é fundamental que os professores permaneçam mobilizados e engajados. No parlamento, seguiremos pautando esse debate, denunciando as injustiças e arbitrariedades cometidas pelo governo, nos posicionando com clareza e firmeza ao lado dos educadores e da educação catarinense”, enfatiza.

 

 

Deixe uma resposta

LUCIANE CARMINATTI

Formada em Pedagogia e especialista em Orientação Educacional e na área de Educação Especial. Vereadora por dois mandatos e ex-secretária da Educação de Chapecó.

        

CONTEÚDOS

FACEBOOK

CONTATO