ASSEMBLEIA DE SC É CONTRA

posse de terceiro colocado como reitor da UFFS

Luciane aprova moção contra posse de reitor da UFFS

Assembleia de SC é contra posse de terceiro colocado como reitor da UFFS

 

A Assembleia Legislativa de Santa Catarina aprovou moção manifestando-se contrária ao decreto presidencial que nomeou Marcelo Recktenvald para o cargo de reitor da Universidade Federal da Fronteira Sul, no último dia 30. O professor foi o terceiro colocado na consulta universitária ratificada pelo Conselho Universitário, antes da decisão final do Presidente Jair Bolsonaro.

 

Na moção enviada ao Presidente da República, Jair Bolsonaro, ao Ministro da Educação, Abraham Weintraub, e ao Fórum Parlamentar Catarinense, o presidente da Assembleia Legislativa, Júlio Garcia, ainda apela por medidas legais para garantir que o candidato mais votado, Anderson André Alves Ribeiro, tenha direito ao cargo.

 

Durante a votação, na tarde desta quarta-feira (05/09), deputados do PSL foram contrários à moção. “Isso deve ser retaliação porque o reitor nomeado pela primeira vez é conservador, é pastor, e isso provavelmente deixou o movimento esquerdista e sindical revoltado”, declarou Ana Campagnolo (PSL). Luciane Carminatti (PT), autora da moção, rebateu. “Estou pedindo uma coisa óbvia, que o primeiro colocado tenha direito ao cargo. Em uma sociedade democrática, o resultado da consulta é respeitado, porque representa a vontade da maioria”. Veja em vídeo.  A votação obteve sete votos favoráveis à moção e seis contra.

 

Luciane Carminatti, que atuou na instalação da universidade em 2009, já havia publicado nota oficial no último sábado (31/08), quando universitários passaram a ocupar o prédio da reitoria em protesto à decisão de Jair Bolsonaro. “Estando entre as lideranças envolvidas na construção desta instituição, destaco ainda que o respeito aos princípios da democracia levou a universidade ao alcance de um dos maiores percentuais de alunos oriundos de escolas públicas do País”, consta da nota.

 

 

Sobre a UFFS

 

A Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) é uma instituição de ensino superior pública, popular e de qualidade. Criada pela Lei Nº 12.029, de 15 de setembro de 2009, a UFFS abrange mais de 400 municípios da Mesorregião Grande Fronteira do Mercosul – Sudoeste do Paraná, Oeste de Santa Catarina e Noroeste do Rio Grande do Sul.

 

A UFFS oferece mais de 40 cursos graduação, 4 cursos de especialização, 11 mestrados e 2 doutorados, todos com corpo docente composto por mestres e doutores.

 

Possui seis campi: sede em Chapecó (SC), campi em Realeza e Laranjeiras do Sul (PR), Cerro Largo, Erechim e Passo Fundo (RS). Este último oferece o primeiro curso de Medicina do Brasil instituído através do programa de expansão das escolas médicas do Governo Federal.

Deixe uma resposta

LUCIANE CARMINATTI

Formada em Pedagogia e especialista em Orientação Educacional e na área de Educação Especial. Vereadora por dois mandatos e ex-secretária da Educação de Chapecó.

        

FACEBOOK

CONTATO